Proteínas: O que são, características, funções, tipos e importância

As proteínas são substâncias formadas por um conjunto de aminoácidos ligados entre si através de ligações peptídicas. Podemos classificar as proteínas em dois tipos principais: as fibrosas e as globulares.

Proteínas
O colágeno é uma proteína que apresenta função de sustentação.

Essencial para a vida humana, as proteínas têm um papel vital para a manutenção do nosso metabolismo (conjunto de reações químicas). Presentes na natureza a partir de diversas configurações moleculares, esse tema engloba conceitos tanto de Química quanto de Biologia, ou seja, é muito importante estudá-lo para quem deseja passar no vestibular.

De origem animal, vegetal e inclusive sintética, as proteínas compõem o cardápio diário de milhões de pessoas. Mas você já sabe o que são proteínas? Quais as suas funções e como esse assunto pode ser cobrado no vestibular? Então continue a leitura e confira.

O QUE É PROTEÍNA?

Proteína é um tipo de substância formada a partir de um conjunto de aminoácidos ligados entre si (ligações denominadas de peptídicas). Em outras palavras, as proteínas são compostas por moléculas de carbono, hidrogênio, oxigênio e nitrogênio.

É preciso destacar que existem apenas 20 tipos de aminoácidos, os quais se ligam de forma variada para originarem diferentes proteínas. Uma rede longa de aminoácidos é chamada de polipeptídio, sendo que toda proteína é constituída de uma ou mais cadeias desse tipo.

FUNÇÃO DAS PROTEÍNAS

Não há sequer um processo biológico do qual as proteínas não participem, isto porque, além de estarem envolvidas de forma ativa no conjunto de reações químicas, muitas células são compostas por proteínas.

Sendo assim, são funções das proteínas:

  • assumir o papel de enzimas, influenciando diretamente a aceleração de uma reação química;
  • movimentar músculos (realizado pela miosina e actina);
  • composição hormonal;
  • composição de anticorpos;
  • coagulação sanguínea;
  • transporte de oxigênio (feito pela hemoglobina).

ESTRUTURA DAS PROTEÍNAS

Uma cadeia de aminoácidos pode ser classificada quanto à sua disposição espacial, isto é, analisando a sua estrutura de acordo com o dobramento e enrolamento de sua rede proteica. Desse modo, a estrutura de uma proteína pode ser dividida em primária, secundária, terciária e quaternária.

Estrutura primária

A cadeia principal de uma proteína, que ilustra a sequência linear dos aminoácidos, é denominada de estrutura primária. Cabe destacar que uma mesma proteína pode apresentar estruturas secundárias, terciárias e quaternárias.

Estrutura secundária

Já a estrutura secundária equivale ao primeiro nível de enrolamento helicoidal, sendo reconhecida pelos padrões repetitivos e regulares.

Estrutura terciária

Na estrutura terciária, a proteína é caracterizada pelo formato tridimensional específico, correspondendo ao dobramento (sobre ela mesmo) da cadeia polipeptídica.

Estrutura quaternária

A estrutura quaternária equivale a duas ou mais cadeias polipeptídicas (não importando se são idênticas ou não) agrupadas.

SÍNTESE PROTEICA

Um processo que envolve o RNA, enzimas, ribossomos e aminoácidos, a síntese proteica nada mais é do que um procedimento capaz de realizar a produção de outras proteínas, todas elas estabelecidas pelo DNA. Esse processo ocorre no citoplasma, e é dividido em duas etapas, transcrição e tradução.

TIPOS DE PROTEÍNAS

Podemos classificar as proteínas em relação à sua origem, separando-as em 3 grupos: proteína animal; proteína vegetal e sintética.

Origem animal

Como o próprio nome sugere, é a proteína encontrada na carne de animais, as quais fornecem praticamente todos os aminoácidos essenciais. Vale destacar que, por ser quase completa, esse tipo de proteína viabiliza o ótimo funcionamento do organismo humano.

Origem vegetal

Encontrada nos vegetais, essa proteína tem menor valor nutricional, uma vez que conta com menos aminoácidos essenciais em sua composição.

Sintética

A proteína sintética é obtida por meio de manipulações laboratoriais, ou seja, possui diversas variações nutricionais. Ela é muito utilizada por pessoas que querem fazer uma reposição alimentar, buscando assim outras fontes de proteínas além das de origem animal e vegetal.

ALIMENTOS COM PROTEÍNAS

Os alimentos ricos em proteínas são facilmente encontrados na rotina alimentar do brasileiro.

Alimentos que contém proteínas animais

  • carne vermelha;
  • peixes;
  • ovos;
  • leite;
  • queijo;
  • iogurte.

Alimentos ricos em proteína vegetal

  • feijão;
  • ervilha;
  • soja;
  • lentilha;
  • nozes;
  • grão-de-bico.

Alimentos com proteína sintética

  • suplemento alimentar (popularmente conhecido como Whey Protein).

Siga nossa instagram: @bioencia.

Curta nossa fanpage: @bioencia.

Siga nosso Twitter: @bioencia.

Por Aurélio Paz

Idealizador do projeto Bioência em 2010. Graduado em Sistemas para Internet pela Faculdade de Tecnologia São Mateus. Graduação incompleta em Ciências Biológicas pelo Centro Universitário São Lucas. Atualmente trabalha com Webdesing e Marketing de Conteúdo. Especialista em SEO (Search Engine Optimization).

Facebook Twitter Instagram Tumblr Email Website


Seja o primeiro a colaborar

Deixe seu comentário!

Informe seu nome
Informe seu email