Peixes pênis desenterrados em praias após tempestade

Na verdade os peixes pênis não são peixes. Mas um tipo de verme marinho conhecido como Urechis caupo.

Peixes pênis desenterrados em praias após tempestade
Peixes pênis invadem praias da Califórnia

Na verdade os peixes pênis não são peixes. Mas um tipo de verme marinho conhecido como Urechis caupo.

A BBC explica: “Embora sejam um tipo de verme, eles são amplamente referidos como “peixes pênis”.

Os vermes enterram-se nas profundezas da areia, mas tempestades recentes os arrancaram e Drakes Beach, cerca de 80 quilômetros ao norte de São Francisco, ficou coberta pelas criaturas.”

“Sim, o design físico do verme gordo tem algumas explicações. O peculiar formato do estalajadeiro é perfeitamente moldado para uma vida passada no subsolo”, escreveu o biólogo Ivan Parr.

++ Leia: Entenda como funciona a Especialização, Mestrado e o Doutorado

Duas mãos segundo o verme Urechis caupo

Verme Urechis caupo. Imagem, BBC.

Peixes pênis são fósseis com cerca de 300 milhões de anos

BBC: “Há evidências fósseis de criaturas que datam de 300 milhões de anos. Algumas vivem até 25 anos. Em uma praia, as criaturas cavam uma toca em forma de U que se estende por vários metros de comprimento. Seu apelido mais educado – verme estalajadeiro – vem desse estilo de vida subterrâneo. E dos túneis que eles criam para outros animais enquanto se enterram no subsolo. Várias outras espécies, incluindo peixes, tubarões e lontras, são predadores do peixe pênis.”

++ Leia: Conheça o Nautilóide, molusco que domina propulsão a jato

Iguaria em países como a Coréia do Sul

BBC: O peixe pênis é considerado alimento para humanos também. Urechis unicinctus, a espécie encontrada no leste da Ásia, é uma iguaria em países como a Coréia do Sul.” Não foi só a BBC que abriu espaço para a criatura.

O livescience também abordou o caso. “Apesar do apelido, um “peixe pênis” não é um pênis nem um peixe. É realmente um tipo de verme marinho não segmentado, nativo apenas da costa do Pacífico, entre o sul do Oregon e a Baixa Califórnia, no México. Os infeliz apelido do verme e sua forma de linguiça são o resultado de centenas de milhões de anos de construção de tocas ao longo da praia. Desde a extremidade frontal de sua toca, o verme é predador de petiscos à beira-mar, como plâncton, bactérias e outros detritos.”

Tempestades desenterram os peixes pênis

Segundo a CNN, “As fortes tempestades que atingiram Drakes Beach, no dia de Ação de Graças, despejaram uma polegada de chuva e rajadas de vento de 75 quilômetros por hora na área”, disse o biólogo Ivan Parr.

Foi esta intempérie que desenterrou os vermes de suas tocas.

E provocou enorme espanto entres frequentadores.

Os vermes bulbosos podem viver a vida inteira no subsolo, escondidos em tocas, sob a areia molhada ao longo da costa da Califórnia.

Caranguejos, amêijoas e o pequeno peixe-flecha dividem espaço com o verme.

E comem a comida que ela descarta.

++ Leia: Gatos com sotaque: Miados podem ter sotaque de acordo com região

A praia onde foram desenterrados

Para o phys.org, “Estes vermes, que atingem cerca de 10 polegadas. Eles são hábeis em cavar tocas em praias e pântanos, usando os túneis para pegar comida. Eles são atacados por lontras, linguados, tubarões, raias, gaivotas e humanos.

Estes últimos os comem como sashimi, fritos ou grelhados.

A praia recebeu o nome de Francis Drake, porque se acredita que o navegador nela desembarcou em 1579 durante sua circunavegação pelo mundo.”

Gostou da nossa matéria? Clique aqui para assinar a nossa newsletter e receba mais conteúdos.

Siga nossas redes sociais no Instagram, Facebook e Twitter.

Fontes: BBC News, Livescience, CNN e Phys

Por Aurélio Paz

Idealizador do projeto Bioência em 2010. Graduado em Sistemas para Internet pela Faculdade de Tecnologia São Mateus. Graduação incompleta em Ciências Biológicas pelo Centro Universitário São Lucas. Atualmente trabalha com Webdesing e Marketing de Conteúdo. Especialista em SEO (Search Engine Optimization).

Email Website


Seja o primeiro a colaborar

Deixe seu comentário!

Informe seu nome
Informe seu email