Mitose: Divisão celular que promove o desenvolvimento do organismo

Mitose ou cariocinese é o processo de divisão celular que resulta na formação de duas células-filhas com as mesmas características genéticas.

Mitose: Divisão celular que promove o desenvolvimento do organismo

Reuni abaixo várias referências do conceito de Mitose para você ler em sequência, comparar e ter um melhor entendimento.

continua depois da publicadade

Segue, por parágrafos:

A mitose ou cariocinese é o processo de divisão celular no qual uma célula-mãe se transforma em duas células-filhas idênticas a primeira. É uma ação que acontece nos seres eucariontes e na maior parte das células do corpo humano.

A mitose é um tipo de divisão celular que resulta na formação de duas células-filhas, apresentando o mesmo número de cromossomos que a célula-mãe.

A mitose é um processo de divisão celular que resulta na formação de duas células-filhas com as mesmas características genéticas e o mesmo número de cromossomos. Esse processo, considerado uma divisão equitativa, promove o desenvolvimento do organismo, manutenção da homeostase, renovação dos tecidos e reprodução assexuada.

A mitose é um processo de divisão celular, já que, a partir de uma célula formada, originam-se duas células com a mesma composição genética (mesmo número e tipo de cromossomos), mantendo assim inalterada a composição e teor de DNA característico da espécie (exceto se ocorrer uma mutação, fenômeno menos comum e acidental). Este processo de divisão celular é comum a todos os seres vivos, dos animais e plantas multicelulares até os organismos unicelulares, nos quais, muitas vezes, este é o principal, ou até mesmo o único, processo de reprodução (reprodução assexuada).

A mitose é um tipo de divisão celular que acontece em todas as células eucarióticas e garante a formação de duas células-filhas. É um processo importante para o crescimento e regeneração de organismos multicelulares e para a reprodução assexuada de organismos unicelulares.

continua depois da publicadade

O que é Mitose?

Dados várias definições acima, podemos resumir que Mitose ou cariocinese é o processo de divisão celular que resulta na formação de duas células-filhas com as mesmas características genéticas e o mesmo número de cromossomos, mantendo inalterada a composição e teor do DNA da espécie.

Esse processo de divisão celular é comum a todos os seres vivos com células eucarióticas.

A mitose é um processo importante no crescimento dos organismos multicelulares e nos processos de regeneração dos tecidos do corpo, pois ocorrem nas células somáticas.

Esse procedimento ocorre dentro das células que formam tecidos e órgãos nos organismos multicelulares. A mitose torna-se importante para o crescimento e regeneração dos tecidos, cicatrização, divisão do zigoto e geração de gametas em vegetais.

Apesar de ser um processo contínuo, a mitose pode ser dividida em cinco fases distintas:

Antes do início da mitose, a célula é encontrada em um período chamado de interfase. Durante essa etapa, a célula tem seu DNA duplicado e ocorre a produção de proteínas.

continua depois da publicadade

Interfase

Essa etapa é iniciada com um conjunto de cromossomos organizados em pares (célula diploide – 2n).

Seu material genético está em forma de filamentos de cromatina e comandando todas as suas atividades por meio da síntese do RNA.

Nesse momento ocorre intensa atividade que prepara a divisão celular e possibilita a duplicação do material genético. É dividido em três etapas:

G1: Fase na qual se desenrola a transcrição do RNA e a síntese de proteínas. Antecede a duplicação do DNA. A célula aumenta de tamanho e alguns componentes do citoplasma são duplicados

S: o DNA e os filamentos de cromatina se duplicam, as histonas (proteínas constituintes dos cromossomos) são sintetizadas e ocorre a duplicação dos centríolos.

G2: após o DNA ser duplicado, a síntese de proteínas e produção de RNA volta a acontecer. A célula cresce e chega ao ponto de divisão.

Neste período, um grupo de enzimas realiza a verificação das condições da célula que entrará em divisão: se foi atingido o tamanho ideal, se o DNA não está danificado, se o meio em que a célula está encontra-se favorável.

Esta verificação ocorre durante as fases G1 e G2 em pontos específicos denominados pontos de controle.

Caso seja detectado algum problema que pode ser corrigido, o ciclo celular é interrompido ou postergado. Se o problema não tiver solução, a célula tem sua morte programada por um mecanismo conhecido como apoptose.

Nele, diversas alterações são realizadas no núcleo e no citoplasma da célula, que acaba morrendo e sendo fagocitada por células de defesa do organismo.

continua depois da publicadade

Etapas da Mitose

Fixando o conceito de Mitose, é dividida em cinco fases principais que são apenas uma divisão didática, uma vez que a mitose é um processo contínuo. As fases da mitose estão no quadro a seguir:

Prófase

Célula animal em prófase, primeira fase da Mitose.
Célula animal em prófase.

Primeira e mais longa fase da Mitose, os cromossomos duplicados, antes imperceptíveis, começa a ficar visível devido a forma que contraíram: filamentos duplos de cromátides, com diâmetros irregulares e unidos pelo centrômero.

Os centríolos, já duplicados, migram para os polos opostos da célula e entre eles há a formação de finas fibrilas citoplasmáticas proteicas, que em conjunto formam o fuso mitótico ou fuso acromático.

Ocorrem no citoplasma da célula mudanças físico-químicas. A água passa para o interior do núcleo, tornando-o mais volumoso, consequentemente causa a desorganização da membrana nuclear e o desaparecimento dos nucléolos.

continua depois da publicadade

Prometáfase

A prometáfase não é uma fase descrita por todos os autores. Muitos consideram apenas a prófase, metáfase, anáfase e telófase como sendo fases da mitose.

Na prometáfase, verifica-se o desmembramento do envelope nuclear, e os cromossomos continuam sua condensação. No centrômero dos cromossomos, nota-se a presença do cinetocoro (complexos formados por proteína especializadas), que serve de local para a ligação dos microtúbulos.

Cada cromátide irmã apresenta seu próprio cinetoro. Os microtúbulos que se ligam aos cinetocoros são chamados de microtúbulos do cinetocoro. Vale enfatizar que alguns microtúbulos não interagem com os cinetocoros, distendendo-se de um polo a outro.

continua depois da publicadade

Metáfase

Célula animal em metáfase. Segunda fase da Mitose.
Célula animal em metáfase.

Na metáfase os cromossomos presos ao fuso pelo centrômero, encontram-se no plano equatorial da célula formando a chamada placa metafásica ou equatorial.

Nessa fase da divisão celular, os cromossomos permanecem parados por um longo tempo. Enquanto isso, no citoplasma, verifica-se intensa movimentação de partículas e organelas, que se dirigem equitativamente para polos opostos da célula.

Anáfase

Célula Animal em anáfase
Célula Animal em anáfase.

A anáfase consiste na separação dos centrômeros, separando duas cromátides de cada cromossomo sendo, assim, denominados cromossomos-irmãos. Estes vão para os pólos opostos da célula, com a ajuda das fibras do fuso, uma vez que seus microtúbulos se encurtam.

continua depois da publicadade

Telófase

Célula animal em telófase
Célula animal em telófase. Acima, a citocinese por estrangulamento.

Na telófase, é possível notar a formação dos núcleos por causa do ressurgimento dos envelopes nucleares ao redor de cada lote de cromossomo. Os envelopes surgem a partir de fragmentos do núcleo da célula-mãe e também de outras porções do sistema de endomembranas da célula. Além do núcleo, o nucléolo também reaparece.

Nessa fase, verifica-se também que os cromossomos se descondensam, os microtúbulos que ainda estão presentes desaparecem. Nessa fase, a mitose é finalizada e os núcleos das células-filhas entram em interfase.

Funções da Mitose

As divisões mitóticas estão presentes ao longo da vida inteira do organismo, sendo responsáveis por diversos eventos.

Reprodução assexuada: para organismos unicelulares, a mitose representa uma modalidade de reprodução assexuada. Amebas, por exemplo, se dividem gerando células idênticas à original, em um processo conhecido como bipartição. Outros organismos, como poríferos e espongiários, podem gerar descendentes através do desenvolvimento de uma saliência lateral que, com o tempo, se separa do organismo gerador e se torna um indivíduo independente. Este processo é chamado de brotamento.

Desenvolvimento de indivíduos: é através de sucessivas divisões mitóticas que o zigoto (célula gerada após o encontro dos gametas) consegue originar todas as células do seu organismo. A mitose, portanto, é responsável pelo crescimento e desenvolvimento de embriões.

Reparação de células no corpo: a mitose pode agir como mecanismo de reparação tecidual ao gerar células para compor algum tecido lesado. Ao longo da vida de um indivíduo, inúmeras células são mortas, por processos naturais ou não, e essas células precisam ser repostas para a manutenção das funções vitais do organismo. As células repostas são oriundas das células vizinhas, que se dividiram por mitose.

continua depois da publicadade

Referências

AMABIS, José Mariano; MARTHO, Gilberto Rodrigues. Biologia das Células 1. 4ª edição. São Paulo: Editora Moderna, 2015.
SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "O que é mitose?"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/o-que-e/biologia/o-que-e-mitose.htm. Acesso em 23 de novembro de 2020.
Sem autor. “Fases da Mitose”. Mais Bolsas. Disponível em: https://www.maisbolsas.com.br/enem/biologia/fases-da-mitose. Acesso em 24 de novembro de 2020.
Amgen Foundation. “Fase da Mitose”. Khan Academy. Disponível em: https://pt.khanacademy.org/science/biology/cellular-molecular-biology/mitosis/a/phases-of-mitosis. Acesso em 24 de novembro de 2020.
BARROS, Bruna Gomes de. “Mitose: para somar é preciso dividir”. Biologia Total. Disponível em https://blog.biologiatotal.com.br/mitose-para-somar-e-preciso-dividir/. Acesso em 24 de novembro de 2020.
MIRA, William. “Mitose”. Quero Bolsa. Disponível em https://querobolsa.com.br/enem/biologia/mitosee. Acesso em 24 de novembro de 2020.
LIMA, Mariana Araguaia de Castro Sá. “Mitose”. Mundo Educação. Disponível em https://mundoeducacao.uol.com.br/biologia/mitose.htm. Acesso em 24 de novembro de 2020.
CAIUSCA, Alana. “Mitose”. Educa Mais Brasil. Disponível em https://www.educamaisbrasil.com.br/enem/biologia/mitose. Acesso em 24 de novembro de 2020.
MAGALHÃES, Lana. “Mitose”. Toda Matéria. Disponível em https://www.todamateria.com.br/mitose/. Acesso em 24 de novembro de 2020.

Gostou do post do Bioência?
Não deixe de compartilhar com seus colegas de estudos e/ou de profissão.

Siga nossas redes sociais:

Forte abraço! 😉

Por Aurélio Paz da Luz

Idealizador do projeto Bioência em 2010. Graduado em Sistemas para Internet pela Faculdade de Tecnologia São Mateus. Graduação incompleta em Ciências Biológicas pelo Centro Universitário São Lucas, mas dando continuidade na Universidade Federal de Rondônia (UNIR). Atualmente trabalha com Webdesing e Marketing de Conteúdo. Especialista em SEO (Search Engine Optimization).

Email Facebook Twitter Instagram Website

continua depois da publicadade
Receba conteúdos exclusivos

Eventualmente, enviaremos
Ebooks e Infográficos gratuitamente
.

Informe apenas seu primeiro nome
Informe o seu principal email.
continua depois da publicadade