Bioquímica: Conceitos, Introdução, Áreas de atuação no Brasil e muito mais

Bioquímica é a ciência e tecnologia que estuda e aplica a química da vida e os processos químicos que ocorrem nos organismos vivos.

Bioquímica: Conceitos, Introdução, Áreas de atuação no Brasil e muito mais

Para um melhor entendimento, reuni as melhores definições de Bioquímica:

Bioquímica é a ciência e tecnologia que estuda e aplica a química da vida e os processos químicos que ocorrem nos organismos vivos.

É a parte da Biologia que se preocupa com os processos químicos que ocorrem nos organismos vivos.

Responsável pelo estudo das estruturas, da organização e das transformações moleculares que ocorrem na célula.

Estuda as reações químicas e biológicas dos organismos vivos.

Analisa as reações químicas que ocorrem nos seres vivos, bem como os compostos envolvidos nesses processos.

Definida como um estudo sistemático das biomoléculas, e dos fenômenos químicos e físico-químicos envolvidos, nos sistemas biológicos.

Agora que temos várias definições de Bioquímica, seguimos.

Introdução a Bioquímica

De maneira geral, a Bioquímica estuda estrutura molecular e função metabólica de biomoléculas, biopolímero e componentes celulares e virais, como proteínas, enzimas, carboidratos, lipídios, ácidos nucleicos (biologia molecular) entre outros.

Essas transformações configuram o que chamamos de metabolismo, que nada mais é do que as reações extremamente coordenadas que são fundamentais para garantir a sobrevivência, o crescimento e reprodução dos organismos vivos.

Os estudos bioquímicos permitem o entendimento de processos que garantem a sobrevivência dos seres vivos.

As reações químicas estudadas na bioquímica não são observadas a olho nu. Então, para o seu desenvolvimento é essencial o uso de microscópios. Atualmente, também são usadas ferramentas computacionais para uma melhor investigação.

Esses processos contam com síntese de biomoléculas, transporte de substância, produção de energia e eliminação de substâncias químicas.

Principais descobertas

Entre as principais descobertas que merecem destaque, podemos citar a compreensão da estrutura do DNA (ácido desoxirribonucleico), o entendimento da importância do gene para a síntese de proteína, a determinação da estrutura das proteínas e a compreensão das vias metabólicas.

O entendimento desses processos foi, sem dúvida, fundamental para o desenvolvimento de várias áreas, tais como a biotecnologia, a medicina e a agricultura.

No campo da medicina, por exemplo, podemos destacar a importância dessa ciência no avanço da genética e no entendimento das doenças metabólicas, como diabetes, e até mesmo dos problemas degenerativos.

Já no campo da agricultura, o desenvolvimento de variedades transgênicas garantiu um maior sucesso nas lavouras.

Percebe-se, portanto, que a Bioquímica nada mais é do que o estudo da química envolvida em todos os seres vivos, sendo, portanto, fundamental para o entendimento dos processos que permitem a manutenção da vida e o desenvolvimento de técnicas que garantam uma melhor qualidade de vida para todos.

Vale destacar que, apesar do grande desenvolvimento da área, muito ainda deve ser estudado, sendo essencial o investimento constante nesse campo de estudos.

No Brasil

O bacharelado em bioquímica, no Brasil, foi criado em 2001, na Universidade Federal de Viçosa, visando a suprir a necessidade crescente de profissionais qualificados para atuar nas áreas de pesquisa e desenvolvimento tecnológico das diversas áreas relacionadas com o curso.

Em moldes semelhantes, foi criado em 2008, o segundo curso de graduação em bioquímica do Brasil; a Universidade Federal de São João del Rei, implantou o curso em seu campus de expansão Centro-Oeste.

Em 2011, foi criado o terceiro curso de graduação em Bioquímica, da Universidade Estadual de Maringá.

Existe também na USP a graduação em química com ênfase em bioquímica.

No Brasil, não se deve confundir farmacêutico com o bioquímico, visto que um é profissional de saúde e outro é profissional da química da vida e da biotecnologia.

Por bastante tempo, os cursos de graduação em farmácia no Brasil denominaram-se Farmácia-Bioquímica, em errônea alusão à habilitação em análises clínicas.

Isto gerou na sociedade, e mesmo nos meios acadêmicos, a falsa noção de que bioquímica seria análises clínicas somente e seria sinônimo de farmácia, o que de fato não é verdadeiro.

Em 2014 foi criado o Movimento Bioquímica Brasil, com presença nas principais mídias sociais, site e canal de vídeo no principal agregador desta mídia, dedicados a divulgar o Bacharel em Bioquímica e a divulgar a ciência, tecnologia e inovação em Bioquímica.

Desde o início do movimento, a influência de conceitos-chave de empreendedorismo, responsabilidade individual, responsabilidade social, vivência no mercado de trabalho não acadêmico e união entre os cursos e bioquímicos se mostrou forte, resultando na consolidação do Bacharelado em Bioquímica no Brasil, como prova a simbologia aqui exposta.

Especializações

Citologia

Estuda todas as funções celulares, bem como seus componentes.

Hematologia

Dedica-se ao estudo do funcionamento e doenças do sangue, da medula e dos gânglios linfáticos.

Bioquímica clínica

Investiga materiais orgânicos, como sangue e urina, e mostra como suas alterações metabólicas desenvolvem doenças.

Bacteriologia clínica

Realiza diagnóstico de bactérias e infecções com objetivo de evitar surtos e epidemias.

Bromatologia e tecnologia alimentar

Realiza diagnóstico de bactérias e infecções com objetivo de evitar surtos e epidemias.

Áreas de atuação profissional

► Pesquisa acadêmica em universidades e instituições de pesquisa.

► Atividades técnicas em hospitais, laboratórios de análise e controle de qualidade, laboratórios farmacêuticos e farmácias de manipulação.

► Atividades técnicas na área de produção de alimentos.

► Indústrias e agroindústria.

Diferenças para outras profissões

Vista como um fim em si ou como uma ferramenta para diversas outras profissões:

Bioquímico: A Bioquímica é vista como um fim em si. Tem como foco o estudo da bioquímica pura e da bioquímica aplicada em diversos setores industriais e laboratoriais

Farmacêutico: A Bioquímica é ferramenta para este profissional da saúde, tanto para sua atuação no uso racional de medicamentos (atenção e assistência farmacêuticas; dispensação de medicamentos), quanto em sua atuação em análises clínicas.

Biológicas (Biologia/Biomedicina/Biotecnologia): A Bioquímica é ferramenta para estes profissionais nos ramos de análises clínicas e novas tecnologias.

Origem biológica (Medicina, Veterinária, Agronomia, Zootecnia, Odontologia, Nutrição etc..): Idem o item acima, é uma ferramenta

Profissões químicas (Engenharia química e derivados, Química, Engenharia de Alimentos): Idem acima., é uma ferramenta.


Gostou do post do Bioência?

Não deixe de compartilhar com seus colegas de estudos e/ou de profissão.

Siga nossas redes sociais:

Forte abraço! 😉

Referências

FIOCRUZ. O que é BIOQUÍMICA?. Disponível em <http://www.juventudect.fiocruz.br/>. Acesso em 08 de outubro de 2019.

PORTAL EDUCAÇÃO. O que é Bioquímica? Disponível em <https://www.portaleducacao.com.br/>. Acesso em 08 de outubro de 2019.

INFOESCOLA. Bioquímica. Disponível em <https://www.infoescola.com/>. Acesso em 08 de outubro de 2019.

TODA MATÉRIA. Bioquímica. Disponível em <https://www.todamateria.com.br/>. Acesso em 08 de outubro de 2019.

BRASIL ESCOLA. Bioquímica. Disponível em <https://brasilescola.uol.com.br/>. Acesso em 08 de outubro de 2019.

Wikipédia. Bioquímica. Disponível em <https://pt.wikipedia.org/>. Acesso em 08 de outubro de 2019.

Por Aurélio Paz

Idealizador do projeto Bioência em 2010. Graduado em Sistemas para Internet pela Faculdade de Tecnologia São Mateus. Graduação incompleta em Ciências Biológicas pelo Centro Universitário São Lucas, mas dando continuidade na Universidade Federal de Rondônia (UNIR). Atualmente trabalha com Webdesing e Marketing de Conteúdo. Especialista em SEO (Search Engine Optimization).

Email Facebook Twitter Instagram Website


Seja o primeiro a colaborar

Deixe seu comentário!

Informe seu nome
Informe seu email